em Notícias

    Construção Civil: Por trás da paisagem urbana está um segmento que é considerado o “termômetro” da economia no Brasil

    Trabalhar em condições seguras é um direito de todo empregado, mas, somente no primeiro trimestre de 2018, já registrou-se quatro mortes relacionadas ao ambiente de trabalho, sendo metade delas por queda em altura na atividade de construção civil. Em todo ano de 2017, foram registradas 12 mortes em situações de trabalho.
    Segundo a auditora fiscal do Trabalho, os casos ainda são o principal ponto fraco em relação à segurança do trabalho. Ela garante que as fiscalizações nesse setor e em outros serão intensificadas.

    A auditora conta sobre a importância do próprio trabalhador saber das normas, para evitar acidentes. “É importante que ele apreenda com algum especialista para poder aplicar de maneira correta a segurança tanto para ao trabalhador como ao empregador. A melhor maneira tanto para empresa como ao empregado é você prevenir, porque a vida não tem preço” completa.

    Conforme dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, os setores com mais registros de acidentes de trabalho são o hospitalar (9%), o de supermercados (3%), a administração pública, a construção civil, o transporte rodoviário de cargas e os correios (2%).

    No caso da Construção Civil, o maior número de acidentes de trabalho acontece nas obras onde há precariedade e, portanto, clandestinidade, nestes casos existe inúmeras condições inseguras e os trabalhados não se preocupam no uso dos EPIs, lembrando que, em todo o país, há um “grande número” de trabalhadores a laborar na reabilitação urbana. Infelizmente, no ano passado houve trabalhadores que morreram em circunstâncias que não deveriam ter morrido.

    É o nosso ‘calcanhar de Aquiles’, por isso, que, a partir do mês de abril, nós realizaremos atividades que priorizarão a fiscalização do trabalho. Faremos um operativo, vamos deslocar nossos auditores para realizar essas fiscalizações reiteradas na construção civil, comentou a auditora.

     

     

    Postagens Recomendadas